X FESTIVAL MAIA FOLK

8 e 9 de julho, são as datas definidas pela Associação “Os Amigos da Maia” para a X edição do Festival de Música Tradicional Maia Folk.
Anualmente o Festival Maia Folk tem trazido à Maia e à ilha de Santa Maria, a música que retrata as origens, a memória viva, as vivências, a identidade de um povo, bem como, os instrumentos e as sonoridades, transpondo-as para a contemporaneidade.
A X Edição do Maia Folk integrará seis concertos e dois Dj Folk distribuídos pelos dois dias de Festival.
Na sexta-feira, dia 8 de julho, teremos a presença dos URRO DAS MARÉS vindos da ilha de São Miguel e a representar os Açores. Tocadores de gaitas de foles Galegas e Transmontanas caracterizam o seu estilo pelo Folk, Tradicional e Medieval, com temas de reportório tradicional como a “Saia da Carolina” e “Merceana”. Os segundos a subirem ao palco os STRING FLING, um duo vindo de Lisboa, surgiram da cumplicidade que partilham ao tocar nas jam-session que acontecem após os bailes tradicionais de música europeia, caraterizam a sua música por um género que partiu do folk tradicional, e que se expande a cada dia no meio urbano, dando génese ao “Trad” ou “Baile folk”. Prometem espalhar sorrisos, boa energia e alegria de dançar por onde quer que passem. Ainda no dia 8 e a fechar a primeira noite de concertos, os RONDA DA MADRUGADA, naturais da ilha de Santa Maria, é uma banda composta por seis elementos são uma banda de Folk Rock, pisaram já palcos nacionais e internacionais e destaca-se a sua última participação no Festival Internacional “Sete Sóis Sete Luas” em Cabo Verde. A primeira noite de festival fica concluída com um Dj set de música folk com Sérgio Figueiredo.
A abrir a segunda e última noite de festival, dia 9, o primeiro a subir ao palco PEDRO MESTRE, natural de Castro Verde, promete trazer à Maia o “Cante Alentejano”. Tem dedicado a sua vida à música tradicional alentejana e integra vários projetos musicais a nível nacional e internacional. Os segundos a subir ao palco, os KARROSSEL, vindos do Porto caracterizam-se pelo “Ball Folk”, surgiram pelo gosto pela dança e pela música portuguesa e europeia. O terceiro a subir ao palco e a finalizar os concertos da segunda e última noite, ANXO LORENZO, vindo de Espanha, tocador de gaita tradicional galega caracteriza-se pelo “Folk-Celtic-Rock”, como solista e compositor já subiu aos palcos dos maiores festivais de música folk. Finaliza mais uma edição do festival um Dj set de música folk com DJ Osga.

Para além dos concertos musicais, a X Edição do Festival conta com o já habitual Workshop de Danças tradicionais que decorrerá nos dias antecedentes ao festival, este ano conta com a participação da formadora Leónia Oliveira.

A caneca ecológica continua a ser uma realidade nesta edição com o principal objetivo de evitar a sujidade dos copos plásticos deixados pelo chão, sendo assim, a caneca ecológica poderá ser adquirida no quiosque da Associação e que certamente representa uma recordação do festival.

O festival contínua de entrada gratuita, onde apenas é o cobrado o serviço de transporte do parque de estacionamento na Calheta para a Maia e percurso inverso e gratuito a menores de 12 anos, todos os residentes do lugar da Maia têm direito a um livre-trânsito.

Contamos, uma vez mais, com o apoio do Governo Regional dos Açores, através da Secretaria Regional do Turismo e Transportes e também da Direção Regional da Cultura, da Câmara Municipal de Vila do Porto, da Junta de Freguesia de Santo Espirito e do Clube Asas do Atlântico.

Estão disponíveis mais informações sobre o X Festival Maia Folk no website da Associação “Os Amigos da Maia”, no endereço www.osamigosdamaia.com ou então através da sua página do Facebook.